sábado, 13 de outubro de 2018

Cobra: Actualização da Situação

O aumento da actividade do Centro Galáctico prossegue. As Forças Galácticas da Luz removeram os últimos vestígios da assinatura quântica da enorme esfera de Dyson de flutuação quântica, com 4 anos-luz de diâmetro e que rodeava o nosso Sistema Solar e impedia o processo de Ascensão do nosso Sistema Solar.


Esta esfera de Dyson quântica era um portal quântico muito avançado que foi criado pelo grupo quimera em 1996 e que agora desapareceu completamente e para sempre.

Em resultado disso o nosso Sol juntou-se à rede Galáctica da Luz e é a última estrela a ser adicionada a essa rede e que é agora um portal de Luz totalmente funcional.

Agora toda a anomalia primária que valha a pena mencionar está concentrada bem no interior do poço da anomalia primária, a menos de um diâmetro planetário de distância da superfície do planeta Terra.

A frota das Forças Galácticas está presente no interior do nosso Sistema Solar, camuflada, mas aqueles que são sensíveis às energias podem definitivamente sentir isso.


Para evitar revelar a presença dessas naves-mãe à população da superfície, a NASA cegou os “olhos do céu”:

https://spacenews.com/nasa-addressing-problems-with-hubble-and-chandra-space-telescopes/

Todas as bombas de plasma de toplet restantes estão agora localizadas a 30 metros da superfície planetária. As bombas de plasma estão conectadas a uma rede de implantes de plasma através dos filamentos de plasma chamados Túneis de Set.

Os implantes de plasma são buracos negros que rodam num campo eletromagnético forte. Esse campo eletromagnético serve o propósito de apagar as nossas memórias e de nos desconectar da nossa Alma. O biochip físico (produzido pela Siemens) localizado ao lado do implante de cada ser humano encarnado, envia uma transmissão continua de áudio e vídeo para o principal centro de controlo do grupo quimera, localizado na superfície do planeta:

https://en.wikipedia.org/wiki/Information_Innovation_Office

https://en.wikipedia.org/wiki/Microsystems_Technology_Office

Os implantes de plasma e os biochips físicos são os selos que estão a cobrir todas as camadas de programação que a população da superfície recebeu:

http://eventreference.org/2018/09/02/human-programming-101-emotions-memories-implants/

Durante o período entre 1996 e 2001, a vasta maioria dos Trabalhadores e Guerreiros da Luz foram submetidos a programação mental baseada em traumas nas bases militares subterrâneas. Para muitos, as lembranças dessa programação começarão a surgir à medida que os implantes começarem a perder o seu poder.

Muitos desses Trabalhadores e Guerreiros da Luz foram programados contra as Forças de Luz da Confederação Galáctica, e muitos foram programados contra mim e algumas outras pessoas importantes envolvidas no processo da libertação planetária.

As Forças de Luz estão a trabalhar a todo vapor para resolver o impasse que ainda mantém a superfície do planeta refém das forças das trevas.

O principal problema remanescente ainda são as bombas de plasma toplet e, finalmente, os meios de comunicação de massas estão lentamente a tornarem-se conscientes do perigo dos strangelets e toplets:

https://www.telegraph.co.uk/science/2018/09/29/earth-could-shrink-330ft-across-particle-accelerator-experiments/

http://www.shtfplan.com/headline-news/astronomer-warns-earth-could-be-crushed-by-particle-accelerator_10012018

Esta é a razão principal pela qual as Forças da Luz ainda não estão a intervir na superfície do planeta.
É a razão pela qual o Movimento da Resistência não pode resgatar alguns dos Guerreiros da Luz exaustos, é a razão pela qual eles não podem levar-lhe ouro ou dinheiro, ou ligar para si através do Skype.

Para além disso, se um agente da Resistência contactasse directamente um indivíduo da superfície, as forças das trevas assassinavam esse indivíduo imediatamente.

As forças das trevas estão a usar a mesma estratégia para me isolar, a fim de me impedir de cumprir a minha missão. Algumas pessoas importantes que queriam entrar em contacto comigo receberam ameaças de morte caso o fizessem.

No entanto, é hora de expandir a minha equipa. Este blog não foi concebido como um recurso de última esperança para os mais desesperados, mas um lugar onde as pessoas mais poderosas poderiam virar a maré a favor da libertação planetária.

Por esse motivo, faço um apelo para que novas pessoas passem a fazer parte da minha equipa. Para se juntar à equipa, estou interessado apenas em pessoas mentalmente, emocionalmente, fisicamente e financeiramente estáveis, e que SABEM qual é a sua missão. Eu estou apelando em particular aos representantes dos Dragões positivos, da Nobreza Branca, dos Programas Espaciais Secretos, de Escolas de Mistérios, agências de Inteligência ou outros grupos positivos semelhantes que estejam a trabalhar para a libertação planetária. Eu também estou a apelar a pessoas que possam disseminar informações aos meios de comunicação social de massas, a pessoas que possam financiar grandes projectos (no valor de 1 milhão ou mais) e mulheres que sejam capazes de ancorar as energias da Deusa de uma forma pura e poderosa.


As pessoas novas que desejem entrar em contacto comigo precisam de abrir o seu próprio endereço de e-mail criptografado em https://tutanota.com/ e entrar em contacto comigo pelo e-mail tutanota em project501@tutanota.com, informando quem são e como podem contribuir para os projectos. Por favor, NÃO envie e-mails genéricos a perguntar “o que posso fazer para ajudar?”, mas afirme antes o que pode fazer para ajudar.

As pessoas que já estão envolvidas em projectos para a libertação planetária precisam se de abster da comunicação no Facebook porque esta plataforma foi fortemente infiltrada. Eles precisam de usar serviços de e-mail criptografados em toda a linha, como o Tutanota (excelente) ou Protonmail (bom), ou aplicativos de telefone criptografados como o Signal (excelente) ou Whatsapp (bom).

As pessoas também precisam de entender que a comunidade de Trabalhadores e Guerreiros da Luz tem sido fortemente infiltrada e muitas pessoas que têm uma fachada de Guerreiro ou Trabalhador da Luz têm uma vida secreta à noite como agentes da cabala:


Muitas dessas pessoas estão nas redes da cabala contra a sua vontade e escapariam se pudessem.

Pode usar o poder da meditação e visualização para visualizar todos os Guerreiros e Trabalhadores da Luz a serem purificados com uma Chama Violeta, sendo cercados pelo amor da Luz Líquida Rosa de EELA (Anjo Siriano do Amor) e sendo libertados de toda a programação, controle ou supressão com um Fogo Branco de AN.

Esse pesadelo vai acabar, em breve. A Justiça está a chegar:


Vitória da Luz!


Tradução: Rosa de Vénus (arosadevenus@gmail.com)
Revisão: Colaborama

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Untwine: Alinhamentos Planetários de Outubro de 2018: A Respiração de Vénus

As energias do planeta Vénus estão claramente no centro e na vanguarda durante os próximos meses de Outubro e Novembro. A partir de Dezembro, iniciaremos um período de dois anos de alinhamentos planetários muito poderosos e invulgares e que potencialmente trarão muitas mudanças nas nossas vidas. Este mês de Outubro, em particular, é um período mais focado no trabalho interno, nas mudanças internas, no trabalho com a sombra, na recalibração, etc., o que é, de certo modo, uma preparação para os próximos anos.

A energia do planeta Vénus está a orientar este trabalho interno, pois ele está prestes a ficar retrógado a 5 de Outubro, o que durará 40 dias até 16 de Novembro. Este é um poderoso período de renascimento, que inicia um novo ciclo de Vénus de 19 meses, conhecido como o ciclo sinódico de Vénus.

http://goodvibeastrology.com/mysterious-venus-cycles/

Este ciclo de Vénus de 19 meses corresponde ao ciclo lunar das Luas Novas e Luas Cheias. Para Vénus, o ponto médio de Vénus retrógrado corresponde à Lua Nova, e é basicamente a Nova Vénus, que acontece apenas uma vez a cada 19 meses, e desta vez acontecerá no dia 26 de outubro, às 15h e 16 min de Lisboa (11h e 16 min de Brasília). Nesse momento, o Sol a Terra e Vénus alinham-se, e Vénus estará no seu ponto mais próximo da Terra.


Para entender este processo um pouco melhor, vamos ampliar nosso ponto de vista um pouco. Tudo na Criação respira. Respirar é basicamente um fluxo de energia para dentro e para fora, e a respiração principal do Universo é geralmente chamada de Grande Respiração. Esse é o sopro da Fonte, é um ciclo de muitos trilhões de anos, que começa com a Criação do Universo fora da Fonte (a Fonte é o nosso estado de unidade pura, singularidade pura, sem tempo e espaço), e depois o Universo respira de volta à Fonte.

A partir deste Grande Sopro da Fonte, tudo na Criação segue e respira também. O nosso processo de respiração é basicamente um fluxo de energia entre as dimensões inferiores, incluindo a física e a dimensão espiritual da Alma superior. A energia aparece no mundo físico fluindo do mundo da Alma, sendo que depois ascende do físico de volta para a Alma. Quando inspiramos, inspiramos energia da Alma para o nosso corpo. Quando expiramos, expelimos a energia do nosso corpo de volta para a Alma. As estações da Terra são a respiração da Terra. A Primavera e o Verão são a respiração, e o Outono e o Inverno são a expiração. O ciclo lunar é a respiração da Lua. Da Lua Nova até a Lua Cheia inspira e da Lua Cheia até à Lua Nova expira.

Então a respiração de Vénus dura 19 meses. Vénus é a amante, a beleza, a harmonia, o arquétipo sensual do Feminino Divino. No ponto médio da sua fase retrógrada o Sol, a Terra e Vénus alinham-se. Vénus está no ponto mais próximo da Terra, sendo que isso é chamado de conjunção inferior. Esta é a Nova Vénus. Nesse momento, Vénus é invisível no nosso céu. Uma semana depois, Vénus reaparece no nosso céu, e inicia a sua fase da Estrela da Manhã que dura 9 meses. Este é o momento em que Vénus é visível no nosso céu de manhã antes do amanhecer, que é a inspiração, o derramamento das energias de Vénus da Alma para o plano físico.


Depois fica invisível durante 2 semanas, e o ponto médio deste período de 2 semanas é quando Vénus está alinhado com o Sol e a com a Terra, atrás do Sol. Isto é chamado de conjunção superior e esta é a Vénus Plena. Uma semana depois da Vénus Plena, ela reaparece no nosso céu na sua fase de Estrela da Tarde durante 9 meses, que é o tempo em que Vénus é visível no nosso céu após o pôr-do-sol, sendo que esse é o tempo de expirar de volta à Alma.

A Nova Vénus é, como a Lua Nova, uma época de novos inícios, de estabelecer intenções para o próximo ciclo de Vénus de 19 meses. Então, quando a fase da estrela da manhã começa (inspiração) e Vénus fica directa novamente, é um momento de derramamento e renovação das energias da beleza de Vénus, Amor e sensualidade nas nossas vidas, que dura 9 meses. No final disso, vem a Vénus Plena, que é a culminação da manifestação das energias de Vénus na nossa vida. Depois vem a fase da estrela da noite (expiração) que é um momento de deixar ir, limpar, do amor próprio interior, libertar o velho e elevar a nossa Consciência em relação à nossa conexão com as energias de Vénus. Dura 9 meses e termina com uma nova Vénus retrógrada que inicia um novo ciclo, uma nova respiração de Vénus.

Os 19 meses de respiração de Vénus ressoam com a Flor da Vida, pois há 19 círculos numa Flor da Vida: 1 no centro e 18 ao redor. Vénus é invisível durante 1 mês e visível por 18 meses durante o seu ciclo.

Este ciclo de Vénus é o significado por detrás do antigo mito de Inana:

https://astrobutterfly.com/2018/09/18/venus-evening-star-venus-morning-star/

Os 40 dias e 40 noites da duração de Vénus retrógrado são aludidos em muitos outros mitos antigos, desde Jesus até Buda. Sexta-feira é o dia de Vénus (dia de Freya), e Vénus tornar-se-à retrógrado no dia 5 de Outubro (20h04min de Lisboa e 16H04min de Brasília), na sexta-feira. A Nova Vénus a 26 de Outubro (15h16min de Lisboa e 11H16min de Brasília) é numa sexta-feira e a fase da Estrela da Manhã começa no dia 2 de Novembro, Sexta-feira, e vai mudar a 16 de Novembro (11:51H de Lisboa e 09:51H de Brasília) na Sexta-feira.

Os primeiros 20 dias de Vénus Retrógrado, de 5 a 26 de Outubro, são particularmente dedicados ao trabalho interior, ao trabalho com a sombra, à liberação, à libertação do velho, à busca do Amor interior e Universalmente. A Nova Vénus de 26 de Outubro é o ponto de viragem, o começo real do novo ciclo, o melhor momento para fazer a cerimónia para definir as intenções para o próximo ciclo.

Durante esses primeiros 20 dias, será a Lua Nova do dia 9 de Outubro (4h46min de Lisboa e 0h46min de Brasília). Isto ocorrerá em Balança, que é um dos signos do zodíaco de Vénus. Fará um aspecto quadrado com o planeta Plutão que é o planeta da morte e do renascimento, da transformação alquímica. Este é particularmente um bom dia para o trabalho com a sombra e trabalho interior, para recuar do mundo externo e ir longe e profundamente para dentro do Oceano do Amor Universal, onde tudo pode ser libertado e renovado.


Por volta desse período, de 9 a 10 de Outubro, Marte também entra em novo território, onde finalmente avança, saindo do território que estava a cobrir durante sua última fase retrógrada. Também Marte faz um aspecto quadrado com Vénus ao mesmo tempo. Isso é significativo e mostra que estamos a mover-nos para um novo território, embora trabalhemos mais interiormente. A revisão de energia masculina está a completar-se e Marte está “de volta ao trabalho”. O aspecto entre Marte e Vénus convida-nos a trabalhar mais no sentido de conciliar as energias masculinas e femininas nas nossas vidas.

Na mesma época, Mercúrio e a Lua entram em Escorpião juntos, e fazem oposição a Urano e ao asteróide Magdalena (isto é, significando descarregamentos de energias e visões especialmente auxiliadas pelo arquétipo de Madalena), amplificando a energia de transformação, do profundo trabalho interior e renascimento. Esse período de tempo por volta da Lua Nova de 9 de Outubro, tem muito haver com o estar voltado para o interior, assumindo a responsabilidade por tudo na nossa vida, evitando tensões externas e projecções, trabalhando mais interiormente. Este trabalho interior refletir-se-á então na nossa vida externa.

Alguns dias antes de 26 de Outubro, temos a Nova Vénus e a Lua Cheia no dia 24 de Outubro (17:45h de Lisboa e 13:45H de Brasilia). Esta é uma Lua Cheia em Touro, que é o outro zodíaco de Vénus, sendo que isso só por si já é uma poderosa coincidência. Para além disso, os alinhamentos nesse momento são significativos pois o Sol está em conjunção com Vénus e a Lua está em conjunção com Urano. Este é um dia de mais descarregamentos de energia e visões para ajudar particularmente no final do antigo ciclo de Vénus e no começo do novo ciclo.

Depois da Nova Vénus de 26 de Outubro virão os últimos 20 dias de Vénus retrógrado, durante o qual a fase da Estrela da Manhã começa a 2 de Novembro. Este é um momento de entrar no novo ciclo de Vénus, de preparar e visualizar o novo.

Ao entrarmos em Novembro, teremos mais alinhamentos para todo esse processo, sobre o qual eu irei publicar futuramente.

Até lá, ainda estou disponível para leituras privadas:

http://recreatingbalance1.blogspot.com/p/galactic-astrology-readings.html

💖 Desejando a melhor manifestação de potencial para esta mudança num novo ciclo do Divino Feminino para todos 💖 



“Ser-te-á dado Amor
Serás cuidado
Ser-te-á dado Amor
Tens que confiar
Talvez não das fontes
Tenha vertido a tua
Talvez não das direcções
Para onde olhas
Vira a cabeça
Está tudo ao teu redor
Tudo está cheio de Amor
Tudo à tua volta
Tudo está cheio de Amor”


Fonte: 1) http://recreatingbalance1.blogspot.com/2018/10/planetary-alignments-october-2018.html 2) https://pt.prepareforchange.net/2018/10/04/alinhamentos-planetarios-de-outubro-de-2018-a-respiracao-de-venus/
Tradução: Colaborama
Revisão: Rosa de Vénus (arosadevenus@gmail.com)

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Cobra: Actualização da Situação

Existe um aumento da actividade no Centro Galáctico, levando à purificação final de todas as trevas e à conclusão da Rede Galáctica de Luz, a Civilização Central trazendo a mais elevada cultura galáctica, até mesmo para lugares atrasados no seu desenvolvimento como o planeta Terra.


A Galáxia é uma mandala multidimensional de Luz e nosso Sistema Solar fica num dos pontos de intersecção mais importantes dessa mandala.


Como resultado do aumento da actividade do Sol Central da Galáxia, as placas tectónicas na crosta terrestre estão a ficar inquietas:

https://stillnessinthestorm.com/2018/09/signs-of-shift-the-number-of-global-earthquakes-over-the-last-30-days-is-over-50-above-normal/

E as “elites” mais ricas estão a ficar cada vez mais receosas do Evento:

https://deusnexus.wordpress.com/2018/07/27/do-wealthy-elite-fear-the-event/

Por toda a Galáxia, na nossa vizinhança estelar e dentro do nosso Sistema Solar, as frotas da Confederação Galáctica estão posicionando-se para a libertação final:

http://www.discerningthemystery.com/2018/09/did-hundreds-of-ufos-just-portal-into.html

Infelizmente, as forças das trevas são mestres do engano, e eles conseguiram canalizar plasma anómalo do halo Galáctico localizado nos limites da Via Láctea através de filamentos de plasma (túneis de Set), para os implantes dos seres dentro do nosso Sistema Solar, desde a invasão Arconte de 1996 até muito recentemente. Esta foi uma das principais razões para muitos atrasos e uma das razões principais pelas quais muitas coisas não resultaram:

https://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-2044260/Better-connected-Huge-cosmic-filament-link-galaxy-rest-Universe.html

"A Força Desperta" | "A Força precisa de mais 5 minutos"

Este problema foi recentemente resolvido e as coisas vão agora avançar mais rapidamente.

O que restam agora são as bombas de plasma toplet próximas  da superfície do planeta, remanescentes da cabeça de plasma de Yaldabaoth e remanescentes de muitas entidades plasmóides menores, em particular das entidades plasmóides aracnídeas que correspondem às cidades da população humana da superfície (n. t. ver Cobra: O Processo da Ascensão Planetária).

As entidades plasmoides aracnídeas estão energeticamente ligadas a castelos, palácios e aos líderes da Nobreza Negra:

https://www.geni.com/projects/Black-Nobility-Family-Heads/45989


Muitos castelos da Nobreza Negra têm enormes porões e vastas redes de túneis subterrâneos perto da superfície que são usados como centros de abuso de crianças.

Eles estão a utilizar o vórtice negativo Khazariano, localizado entre o Mar Negro e o Mar Cáspio, para construir instalações para a colheita de adrenocromo (aviso, material com conteúdos explícitos):

https://www.zerohedge.com/news/2018-09-16/us-diplomats-involved-trafficking-human-blood-and-patathens-secret-military-program

http://humansarefree.com/2018/09/the-horrible-truth-about-drug-called.html

As Forças Militares Negativas controladas pela Chimera e pelos Arcontes ainda mantêm captivos muitos extraterrestres em condições extremamente adversas, reforçando assim um aspecto da Quarentena da Terra:

https://www.exopolitics.org/extraterrestrials-interrogated-tortured-in-secret-underground-space-prisons/

As famílias da Nobreza Negra Arconte estão a usar Trump para polarizar artificialmente o público com o paradigma esquerda/direita, e para distrair da verdadeira origem do problema:

https://www.wanttoknow.info/g/donald-trump-polarizer

Trump está a ser parcialmente controlado pelos seus manipuladores Jesuítas/SMOM/Gaetani:

https://ahuwahzeus583992924.wordpress.com/2018/09/02/trump/

Parcialmente, ele também está (raramente) a dar ouvidos à orientação da Inteligência Militar Positiva, e a Inteligência Militar Positiva está tacticamente a acariciar o seu ego, incentivando a adoração de Trump nos meios alternativos, através de QAnon e outros canais alternativos, em oposição ao criticismo a Trump pelos meios de comunicação controlados pelos Rothschild. Isso torna Trump mais predisposto a seguir as sugestões da Inteligência Militar Positiva.

O paradigma esquerda/direita é artificial. Ambas as partes são controladas pelas forças das trevas. Como eu já tinha dito há anos atrás (n. t. ver Cobra: "A Agenda Jesuíta"), as famílias da Nobreza Negra e os Jesuítas estão a descartar-se das facções Rothschild e Rockefeller para sobreviverem intactos à transição, e a divisão política actual serve exactamente esse propósito.

A esquerda política (controlada pelos Rothschild) é mais inclinada para o Luciferianismo libertário, que é baseado num profundo mal entendimento sobre o uso do livre-arbítrio (Thelema), que eles interpretam como a permissão para fazerem o que quiserem para propósitos egoístas. Os Luciferianos são excluídos das escolas de mistério por não terem passado nos testes de iniciação.

A direita política (controlada pelo Vaticano) é mais inclinada para o Satanismo, que adora ocultamente a escuridão por princípio. Eles acreditam no livre-arbítrio como um sacrifício para essa escuridão.

Existe um plano brilhante das Forças de Luz para acabar com tudo isso, e eles pediram silêncio absoluto sobre esse Plano desde o final de Janeiro de 2018.

Esse pedido não foi respeitado pela primeira vez no final de Agosto, quando o QAnon divulgou informações sobre oo hackeamento dos satélites espiões (Operation Keyhole - n. t. ver Cobra: Actualização da Situação ‘Keyhole’). Mais tarde, David Wilcock divulgou algumas migalhas do Plano no seu último artigo (n. t. ver David Wilcock: Stunning New Briefings: Spy Satellites Down, Deep State Arrests Finally Imminent?), felizmente nada significativo. As Forças de Luz comunicaram que entendem o entusiasmo das pessoas quando operações importantes são concluídas, mas esta história ainda não terminou, e todos nós temos que manter silêncio absoluto sobre as operações das Forças de Luz que estão em curso.

Em breve este pesadelo vai acabar.

Vitória da Luz!


Fonte: http://2012portal.blogspot.com/2018/09/situation-update.html
Tradução: Rosa de Vénus (arosadevenus@gmail.com)
Revisão: Colaborama

sábado, 1 de setembro de 2018

Cobra: Actualização da Situação 'Keyhole'

Após a nossa meditação da Chave da Liberdade, o processo de libertação planetária acelera.

As Forças de Luz pediram tantos grupos físicos quantos possíveis da Irmandade da Rosa sejam criados na superfície do planeta, que se reunam regularmente uma vez por semana, para facilitar a nossa transição para o Evento.

Os grupos existentes da Irmandade da Rosa estão listados aqui e pode-se juntar a eles se se sentir guiado, ou criar novos grupos:

https://www.sisterhoodoftherose.network/groups

As instruções para as reuniões da Irmandade da Rosa estão disponíveis aqui:

https://2012portal.blogspot.com/2018/06/sisterhood-of-rose-planetary-activation.html (n.t. ver Cobra: Activação Planetária da Irmandade da Rosa)

Vídeos das três meditações para as reuniões dos grupos da Irmandade das Rosa foram criados em sete idiomas.

Vídeos para a meditação do Regresso da Deusa:


Vídeos para a meditação do Vórtice da Deusa (n.t. ver Cobra: O Vórtice da Deusa):



Vídeos para meditação de Cura Sexual:





Para ajudar a difundir a energia da Deusa ao redor do planeta foi criada uma linha especial de jóias de Taquiões, chamada de Colecção de Deusas de Taquiões. Muitas peças dessa joalheria têm a Rosa de Vénus, um símbolo da geometria sagrada da Irmandade da Rosa:

http://tachyonis.org/GoddessCollection.html

Num movimento surpreendente, as Forças de Luz aprovaram o lançamento das primeiras informações importantes para a população de superfície desde Janeiro de 2018. Eu nunca esperei que isso se tornasse público. 


O primeiro a divulgar foi QAnon:

https://www.disclosurenews.it/en/qanon-update-august-31/

E depois Hal Turner:

http://halturnerradioshow.com/index.php/news/u-s-national-news/3079-breaking-news-urgent-7-cia-mainframe-computers-down-spy-satellites-offline

http://robinwestenra.blogspot.com/2018/09/second-source-us-military-suddenly.html

Isto diz respeito à Operação Keyhole, uma operação das Forças de Luz na qual eles assumiram o controlo passivo/activo de satélites de espionagem e alguns outros aspectos da rede de telecomunicações.

Mencionei o controle passivo de satélites há mais de um ano:

http://2012portal.blogspot.com/2017/03/etheric-liberation-report.html (n.t. ver Relatório da Libertação Etérica ~ Cobra ~ 01-03-2017)

Isso praticamente significa que os satélites espiões agora apenas enviam as imagens e dados que as Forças de Luz querem que sejam enviados. As Forças de Luz comunicaram que “às vezes os equipamentos de telecomunicações e SINGIT não obedecem às leis conhecidas da física”. Isso também significa praticamente que um aspecto do mecanismo de controle da quarentena da Terra foi removido.

Outro aspecto da Operação Keyhole é a actualização do vírus de computador no sistema de computadores mainframe da JP Morgan, e que pode efectivamente desencadear um colapso dos mercados de acções globais e a redefinição do sistema financeiro associada ao mesmo.

Por esse motivo, certas fontes forneceram orientações adicionais que pode seguir se a isso se sentir guiado:

https://theeventhub2015.blogspot.com/2018/09/preparing-for-event-message-from.html

https://www.whitehouse.gov/presidential-actions/presidential-proclamation-national-preparedness-month-2018/

Como Benjamin Fulford afirmou, mais mudanças são esperadas em Setembro:

https://kauilapele.wordpress.com/2018/08/30/full-article-benjamin-fulford-8-28-18-u-s-civil-war-stalemate-to-end-soon-next-phase-of-planetary-liberation-to-begin/ (n.t. ver BF ~ O impasse da guerra civil nos EUA terminará em breve; Próxima fase da libertação planetária começará 27.08.2018)



Estou em discussões com as Forças de Luz para divulgar ainda mais informações e uma outra actualização da situação é esperada dentro de uma ou duas semanas.

Vitória da Luz!

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Untwine: Astrologia Galáctica

O Universo é criado como um padrão fractal, no qual a Luz da Fonte é dividida em raios, que são frequências do espectro da Luz ancoradas primeiro nas dimensões/planos mais elevados da existência. Esses raios/arquétipos são a base de tudo o que existe, desde as estrelas aos planetas, aos seres humanos, plantas, animais e pedras. Eles fluem pelas dimensões e também se organizam no espaço de forma geométrica sagrada num padrão fractal.

Imagem do “Pequeno livro de coincidências no nosso sistema solar”.

Assim, podemos ver dentro do nosso corpo um padrão em rede dos meridianos e chacras, correspondendo a vários órgãos e partes do corpo físico, sendo que cada chacra e parte do corpo vai ancorar diferentes raios/arquétipos.

O seguinte fractal está ao nível da família da Alma, onde um grupo de Almas é organizado num padrão de geometria sagrada e cada Alma ancora um raio/arquétipo diferente, sendo que juntos formam um espectro completo.

No próximo fractal vemos a rede planetária, com as linhas de Ley e vórtices que correspondem aos meridianos e chacras, cada um deles ancorando vários raios/arquétipos.

No fractal seguinte, vemos o mesmo padrão em rede no sistema solar, com todos os planetas e asteróides que são os chacras/vórtices do Sistema Solar, todos eles ancorando diversos raios/arquétipos, todos eles conectados numa rede energética. Linhas, tal como as linhas de Ley ou meridianos.

E então nós vemos o mesmo padrão no próximo fractal, dentro da galáxia, com todas as estrelas sendo os vórtices/chacras da galáxia, todas as Estrelas ancorando vários raios/arquétipos, todos ligados em rede. E o mesmo padrão fractal pode ser visto novamente ao nível universal, com todas as galáxias sendo os chacras do Universo, ancorando vários raios e todos ligados em rede.

Tal como acima, assim é abaixo.


Então, a Luz da Fonte é transmitida para a nossa galáxia através do Sol Central, ancorada através de todos os raios e frequências através de todas as estrelas e constelações, que então chegam ao nosso sistema solar através do nosso Sol e todos os planetas do sistema Solar, e depois chegando à Terra através das linhas de Ley e vórtices da rede planetária e, finalmente, chegando até nós através do nosso chacra do coração e ancorados em todos os nossos meridianos e chacras. Este sistema fractal funciona como as antenas do Universo, recebendo e transmitindo a Luz através de toda a Criação.

Assim, os nossos campos energéticos, os nossos arquétipos como indivíduos, são magnetizados através das estrelas e dos planetas, como o seu espelho. É por isso que podemos ler muito sobre as vidas individuais e situações planetárias, lendo as posições das estrelas e planetas, se soubermos ler isso adequadamente.

Coração Galáctico | O Nosso Coração | O Coração da Terra

Um exemplo bem conhecido disso é o padrão de Vénus no céu que ressoa com proporções douradas e cria um padrão de rosa, que é na verdade a fonte ou o transmissor para o desenho das rosas na Terra: 


Todos os planetas, asteróides e estrelas transmitem as suas próprias frequências para a rede galáctica dessa forma. Eles são todos seres conscientes e vivos, exactamente como o planeta Gaia/Terra é.

Esta é a base de como e porquê a astrologia funciona. É por isso que todas as culturas antigas, não importa o quão tecnologicamente desenvolvidas elas eram, desde a Grécia antiga e Egipto até aos antigos nativos americanos e australianos e chineses antigos, praticamente todas as culturas antigas, estavam sempre a observar as estrelas como uma bússola para as suas vidas. Eles estavam a ler os sinais, estavam a ver símbolos semelhantes nas constelações, usando as estrelas em correspondência com ervas e remédios, e alinhavam os seus locais sagrados com os alinhamentos estelares. Esta é a essência e o propósito original da Astrologia que eu quero contribuir para trazer de volta. 





A fundação da chamada astrologia ocidental é um desígnio universal, que foi ancorado na Terra nos tempos da Atlântida e depois transmitido através de gerações através das escolas de mistério, em particular no Mediterrâneo Oriental. 

Zodíaco de Denderah do Egipto antigo.

Este projecto básico das 12 constelações é a estrela de 12 pontas (com o 13.º ponto no centro) que ressoa com a geometria da flor da vida, que é o projecto básico para todo o sistema fractal universal de raios


A astrologia, ou astro-logos, a linguagem das estrelas, influencia e afecta toda a Criação, quer estejamos conscientes disso e acreditemos, ou não. Mas a forma como nos relacionamos com ele e o nosso nível de Consciência muda a forma como essas influências astrológicas nos afectam. Isso é muito bem compreendido por muitas pessoas quando observam as influências da Lua nova e da Lua cheia. Todas as outras influências astrológicas funcionam exactamente da mesma maneira a esse respeito.

Um exemplo muito claro de como a astrologia afecta as situações é como, em 1455, durante uma conjunção Urano-Plutão, Gutemberg inventou a prensa tipográfica. Algumas décadas mais tarde, a conjunção Urano-Netuno em 1479, a família Medici da nobreza branca de Itália usa a imprensa para distribuir livros e informações que foram suprimidas, ajudando a desencadear o Renascimento.

O mesmo padrão foi repetido no século 20, com a conjunção Urano-Plutão em 1965, quando os primeiros modelos de computadores foram inventados. Algumas décadas depois, na conjunção Urano-Neptuno, em 1993, os computadores são produzidos em massa e ligados à Internet, de modo que as informações suprimidas pudessem chegar às massas, levando finalmente a um novo Renascimento.

Existem inúmeros exemplos como este, tanto nas vidas individuais como em eventos planetários.

Aqui é importante entender que a versão moderna da astrologia tem sido muito distorcida e mal usada ao longo dos séculos.

Em primeiro lugar, a astrologia não pretende fazer previsões exactas. Não é o livro pré-escrito do destino de nossas vidas. A astrologia pode ler as energias arquetípicas que estão em jogo numa situação, mas a forma como isso se manifestará depende do livre-arbítrio. A astrologia é como termos um lápis roxo e um laranja, ou amarelo e azul, mas o que desenhamos com os lápis é connosco. É como ler uma previsão do tempo enérgica, mas o que fazemos nesse dia ainda depende de nós.

Assim, a forma como experienciamos um planeta ou um signo é influenciada pela forma como escolhemos lê-lo e pela forma como a nossa Consciência ressoa, conscientemente, por meio das nossas escolhas e / ou subconscientemente, através da Consciência Coletiva e da rede planetária.

A astrologia foi mal utilizada, enfatizando demais as distorções e versões negativas dos arquétipos dos signos e planetas do zodíaco, e depois dando previsões, na sua maioria negativas e distorcidas às pessoas.

Isso tornou-se uma profecia auto-realizável, sendo que quando as pessoas ouviam as previsões tendiam a acreditar, pelo menos sub-conscientemente e, portanto, tendiam a manifestar essas interpretações negativas. Ao nível planetário, todo esse processo ancorou significados distorcidos dos planetas e signos na Consciência colectiva e na rede planetária, o que afectou negativamente e ainda mais o modo como as pessoas viviam a influência dos planetas e estrelas. Por exemplo, uma vez difundida a ideia de que Saturno ou Lilith são maus, eles tendem a ser sentidos dessa maneira, mesmo que as pessoas não se apercebam disso conscientemente, porque esse era o arquétipo principal ancorado na rede planetária. Assim, parte do nosso trabalho agora é voltar a ancorar os significados originais positivos dos planetas e constelações na rede e na Consciência Colectiva.

Outra forma pela qual a astrologia foi distorcida é que muitos planetas e asteróides femininos não foram tidos em, deixando a maior parte do foco nos planetas masculinos. Além disso, o Sol recebeu um simbolismo puramente masculino, enquanto na verdade o Sol como o Sol Central e todas as estrelas e nosso chacra cardíaco, possuem polaridades masculinas e femininas.

Aqui estão alguns dos principais planetas femininos que geralmente não estão sendo usados na astrologia moderna:

– Chariklo. Embora quase todos os astrólogos modernos usem Chiron, poucos deles mencionam Chariklo, embora o asteroide Chariklo seja maior que Chiron. Chariklo é a mulher de Chiron no mito, e ela representa a Graça Divina, as energias curativas do Amor cósmico, o retorno do Feminino Divino, o arquétipo do Amor Feminino que muda a forma da água. 


– Eris. Mesmo que Eris seja maior que o planeta Plutão, ele também é ignorado. Eris é um arquétipo da feroz Deusa guerreira que termina os ciclos de frequências para trazer o retorno do Feminino Divino.

– Ceres. Embora Ceres seja bastante conhecido na astrologia moderna, raramente é usado apesar do facto de ser um planeta anão maior que Plutão. Ceres é o arquétipo da Deusa Mãe, gerando as energias da Alma, relacionando-se com os mistérios de Eleus e com o arquétipo virgem / sacerdotisa virgem. Essas sacerdotisas não tinham a ver originalmente com a castidade, mas simplesmente significavam que não eram casadas, e mantinham a presença da Deusa na Terra nos templos da Deusa, ancorados e nascidos através dos seus corpos.

– Pallas Athena. Novamente, embora este asteróide seja bem conhecido, não é usado com frequência. Atena é uma deusa guerreira, do arquétipo amazonas, a Deusa da sabedoria que coloca o Amor em acção prática e traz Luz no escuro (como seu símbolo é a coruja). Como um ser ascendido, Athena trabalha com as naves-mãe do comando de Ashtar. Uma das suas principais âncoras na Terra é a cidade de Atenas, na Grécia. 


- Lilith. Mesmo que isso seja frequentemente usado na astrologia moderna, tem sido muito distorcido. Lilith é um ponto vazio no espaço perto da Terra, que detém uma força magnética muito forte e que pode ser detectada no radar. Como tal, representa o vazio magnético primordial do vazio, a energia do ventre cósmico.

Existem muitos outros arquétipos de Deusas e Deuses em asteróides e planetas no nosso sistema solar, como Ísis, Juno, Madalena, Medusa, Vesta, etc. 


Outro aspecto da astrologia que foi removido da astrologia convencional são as estrelas e os seus significados reais. Ao ler um gráfico, podemos ver as posições do Sol Central, um portal estelar, as Pleiades, Sirius, Dubhe, a estrela de DouMu, Antares, Aldebaran, Vega, Arcturus, Beteigeuse, Tau Ceti, etc. Isto pode dar muita clareza e significado poderoso para a leitura de gráficos de indivíduos, em particular das Sementes Estelares, pois podemos obter pistas sobre as nossas origens e energias que estamos a trazer e que têm a sua origem além deste sistema solar. Também é significativo para eventos e portais planetários, meditações em massa, etc.

Como sempre foi conhecido desde os tempos antigos, várias estrelas e planetas têm correspondências com diferentes partes do corpo, ervas e plantas, cristais, metais, Seres Ascensos e Arcanjos, etc., porque toda a Criação é construída a partir dos mesmos raios/arquétipos vindos das dimensões mais elevadas.

Entender essas correspondências tem muitas aplicações, para ajudar na cura individual, para ajudar no nosso trabalho energético individual e colectivo, para que possamos sincronizar o nosso trabalho energético com alinhamentos específicos e usar ervas específicas, cristais, cores de Luz, conexão com seres de Luz, etc.

Por tudo isso, vou começar a falar mais sobre astrologia e todas as suas ramificações, e agora também estou disponível para dar leituras de gráficos pessoais para os interessados. Essas leituras particulares e individuais não são previsões futuras, conselhos pessoais ou curas. Tudo o que fazemos é ler os arquétipos e energias ancorados no campo energético e como eles se manifestam, para ajudar a entender a nossa missão e propósito e lugar nesta vida, e para ajudar a trabalhar com situações particulares nas nossas vidas. Como estas energias se manifestam é sempre de livre arbítrio. Também podemos obter pistas sobre as origens da Sementes Estelares, ou sobre como duas pessoas se relacionam comparando os seus gráficos e também como os planetas e as estrelas nos influenciam num determinado ano ou em momentos específicos. Com tudo isso, também podemos encontrar técnicas de energia, seres de Luz e ferramentas com as quais alguém pode trabalhar e que ajudarão em sua jornada.

Para mais informações, pode-me enviar um email para untwine1@yandex.com e visitar esta página:

http://recreatingbalance1.blogspot.com/p/galactic-astrology-readings.html


Também pode aprender mais com o trabalho de Lalita Karoli, que tem trabalhado muito para recriar um projecto verdadeiro e harmonioso para a Astrologia, e que muito me ensinou: 


Neste vídeo, ela também dá um exemplo de como podemos usar a Astrologia com cristais para auxiliar na harmonização e estabilização dos alinhamentos planetários:

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Untwine: Chariklo

Chariklo é um planeta anão/asteroide que órbita o nosso sistema solar perto de Saturno, Quíron e Urano: 


Nos últimos dias com a Lua cheia poderosa em Peixes, uma forte explosão solar enviou poderosas energias para a Terra:

https://www.zerohedge.com/news/2018-08-26/noaa-issues-geomagnetic-storm-warning-crack-opened-earths-magnetic-field-plasma

Estas foram sentidas como curas, downloads e visões por muitos. Chariklo é um dos principais transmissores dessas energias, pois é o principal transmissor das energias da Deusa do Oceano do Amor, o Sol Central, para o nosso Sistema Solar:

http://2012portal.blogspot.com/2014/05/pleiadian-portal-activation-report.html (n.t. ver Cobra: Relatório da Activação do Portal Pleiadiano)

Chariklo é um arquétipo do Divino Feminino da Deusa, e o seu nome é derivado da palavra grega Chari que significa Graça (n.t. ver Untwine: Graça e Confiança), e Klo que significa “girar”, e que se refere à antiga metáfora de girar a teia do destino na Criação, semelhante à metáfora oriental do tantra que significa tecer. Chariklo tece a energia da Graça Divina no tecido da Criação.

Em todos os asteróides/planetas, incluindo Chariklo, vivem seres conscientes como Gaia.

No antigo mito grego, Chariklo é uma ninfa marinha da magia do Divino Feminino, a esposa de Quíron que, como um mito, simboliza as feridas centrais da desconexão e separação que estão a ser transmutadas por um curador, professor e arquétipo da Consciência Crística. Chariklo é o lado feminino, a chave para esse processo, e ela mantém um espaço sagrado de suporte, mudando de forma para alcançar aquela que melhor serve o Amor, mantendo o conhecimento do verdadeiro Eu da Luz de Quíron, trazendo a Graça, as águas do Oceano do Amor e da Unidade que curam as feridas e trazem a Luz de volta.


A Graça Divina é uma força de projecção de Luz, de soluções, de cura, de dimensões/planos superiores para o mundo inferior das formas. Ela transcende a dualidade, limitando as programações da mente que tentam analisar e logicamente limitar o fluxo de Luz e Amor, baseadas em ideias de ser “merecedor ou não”. A Graça é a redenção incondicional de todos os seres e de toda a Criação.

Como tal, a Graça está intrinsecamente relacionada com o Perdão. Eu adoro a forma como Richard Rudd descreve o Perdão no seu livro Gene Keys [As Chaves dos Genes, em Português]. Ele descreve a sombra, ou o oposto do Perdão, como sendo a intolerância, que é baseada na reação emocional negativa contra algo face à qual a mente se conforma ao adoptar preconceitos, visões unilaterais ou até mesmo às vezes distorcendo factos baseados no viés.

Esse viés pode ser transmutado pela primeira vez quando se percebe que a mente, a lógica, não deve tomar partido, ao invés disso é suposto ser objectiva e ver todas as perspectivas: a lógica verdadeira sem falácia. Então percebemos que a mente também não pode trazer compreensão em circunstância alguma, porque num mundo paradoxal onde somos Um e também, aparentamos estar separados simultaneamente, a lógica está destinada a refutar-se sempre. As verdadeiras respostas e entendimento, portanto, nunca podem vir da mente lógica, mas sim dos Reinos Superiores da Unidade, da Alma.

A partir deste entendimento, a intolerância é transmutada, por podermos ver todos os lados e as causas e efeitos que levaram a todas as situações. Muitas pessoas tendem a enfatizar as circunstâncias que levaram aos seus próprios erros, a fim de serem capazes de as compreender, mas esquecem-se de fazer isso pelos outros. Por ter uma mente objectiva, que vê todas as perspectivas, podemos libertar isso, e então focar-nos na importante compreensão verdadeira vinda da Alma, de que somos Um e estamos além de quaisquer circunstâncias e situações que podem acontecer, e libertar-mo-nos do apego a histórias e cenários e qualquer coisa na dualidade e do mundo das formas, libertando assim a energia do Perdão que progressivamente reabsorve todos os planos inferiores, o mundo das formas, de volta à Unidade, à União com os planos superiores e, por fim, a pura singularidade da Fonte. 


Tal Perdão é a chave para abrir a porta para que a energia da Graça seja derramada em todas as situações e criações. Essa é a energia que mantém a Luz Mais Elevada, a visão mais elevada de nós mesmos e dos outros e de todas as situações. Às vezes, essa Graça é muito diferente do que o Eu inferior pode estar à espera. Ainda assim, a Graça mantém a visão mais elevada de tudo o que traz a redenção incondicional.

Para além da contemplação e integração desses entendimentos, podemos conectar-nos energeticamente com Chariklo e com os seres do Divino Feminino que vivem nesse asteróide que estão a ajudar a transmitir as energias e a projectarem a Graça Divina para as nossas vidas e para o planeta. Podemos, por exemplo, visualizar pilares de Luz do Sol Central a passarem por Chariklo, passando pelos nossos corpos até o centro da Terra. Nós também podemos usar a chama da Graça Divina, que é de cor castanha-rosa pálida, assim como a Chama Violeta. Astrologicamente, Chariklo também pode ser visto nos mapas dos eventos individuais e planetários.

Essas energias da Graça e do Perdão são absolutamente necessárias para qualquer novo paradigma de Luz se manifestar.

✨ Desejando muita luz para todos


Fonte: 1) https://recreatingbalance1.blogspot.com/2018/08/chariklo.html 2) https://pt.prepareforchange.net/2018/08/29/chariklo/
Tradução: Colaborama
Revisão: Rosa de Vénus (arosadevenus@gmail.com)