segunda-feira, 7 de maio de 2018

Untwine: A Unidade e a Mãe Divina

A Deusa Durga é um ser muito poderoso que está a ajudar na libertação deste planeta. No mito tradicional, houve um ser maligno que conquistou toda a Terra e que depois começou a conquistar também os céus. Os Deuses e Deusas não eram fortes o suficiente para detê-lo e fizeram uma reunião para encontrar uma solução conjunta, durante a qual, a voz da Mãe Divina do Universo veio do espaço profundo, e disse-lhes que todos deveriam unificar o seu poder, porque ela encarnaria através da sua energia unificada e que restauraria a paz. Assim, todos os Deuses e Deusas fundiram-se num único ser de Luz, e nasceu a Deusa Durga, ela quem destrói todo o mal e traz de volta a paz e a liberdade para o Universo.

Este mito simboliza a verdade tântrica sobre o quão é necessário o nosso poder estar unificado para trazer de volta a Luz ao planeta. Como os Trabalhadores da Luz precisam trabalhar juntos para um propósito comum, tendo todos os aspectos internos inerentes em nós mesmos, que precisam serem activados, equilibrados e conectados juntos.

Um grande amigo disse-me recentemente a mesma coisa mas com palavras diferentes: “Nenhum de nós tem a visão completa. Nós estamos todos, com o nosso Trabalho de Luz, a criar uma conta, ou uma pérola, um cristal, que no final, todas juntas, fazem um colar para a Mãe Divina."

A energia da Deusa Durga é uma ajuda poderosa para alcançar essa unidade interna e externa, para trazer de volta a Luz, e ela também é uma protectora poderosa e curadora a quem podemos invocar para situações pessoais e planetárias.

Indra curvou-se aos deuses e contou-lhes sobre os seus problemas. Quando Indra terminou, todo o lugar ressoou por inteiro com a forte e melodiosa voz de Mahadevi, a grande Deusa, a Mãe Divina. "Filhos, usem todos o vossos poder juntos para criarem um grande poder. As três Deusas devem unir-se. Eu vou encarnar lá na forma de uma grande Deusa". Ao presenteá-la com todos os seus poderes, ela resolverá todos os seus problemas. Ao ouvir isto, as três Deusas - Saraswati, Lakshmi e Kali, sorriram. Todas elas eram a encarnação da grande Deusa. Agora a mãe delas queria criar outro poder, forte o suficiente para destruir todo o mal, e as três fundiram-se numa só. Quando eles se reuniram, Brahma Vishnu e Shiva irradiaram uma Luz branca poderosa que se mesclou com os corpos fundidos das três Deusas. A Luz era tão feroz que não podia ser olhada nem pelos próprios Devas. Dessa Luz surgiu uma mulher com mil mãos. A Deusa parecia feroz e bonita ao mesmo tempo.

A Deusa apresentou-se na mesma voz melodiosa e forte de Mahadevi: "Eu sou Durga [Durga em sânscrito significa "a invencível"]. Eu sou a encarnação da Mãe Divina e vim aqui para destruir todo o mal".  Todos os Deuses e Deusas olharam para Durga e curvaram-se a ela. Cada um apresentou-se para lhe oferecer o seu poder individual. Agora completamente munida, a deusa Durga sentou-se majestosamente num leão e soltou um rugido arrepiante. O rugido era tão alto que os três mundos tremeram. As ondas do oceano arrebentaram os céus e a terra tremeu. Era a hora do retorno da Luz.



 

Fonte: http://recreatingbalance1.blogspot.pt/2018/05/goddess-durga-unity-and-divine-mother.html
Tradução: Rosa de Vénus (arosadevenus@gmail.com)